.comment-link {margin-left:.6em;}

terça-feira, outubro 04, 2005

Buracos negros

Os buracos negros multiplicam-se um pouco por toda a parte.

Na cena internacional - com os Estados falhados a servirem de atracção e santuário a projectos anti-ocidentais ou meramente criminosos.

Mas na cena nacional também - é ver essas zonas libertadas onde a polícia não entra, ou as chagas dos bairros de barracas à volta das periferias urbanas, ou a degradação imobiliária mesmo dentro das principais cidades, ou os bairros de droga, ou prostituição, que se multiplicam/solidificam.

Entretanto, vamo-nos entretendo, acusando os cidadãos de demissão cívica (quando a sua preocupação é manter o emprego, esticar o ordenado e deslocar-se em segurança nos transportes públicos) e os actores políticos de prioridades trocadas (outra forma de acusar a sua incompetência/inconsequência/impotência).

Em qualquer caso, a multiplicação/expansão dos buracos negros está aí, um pouco à semelhança do avanço do deserto.

Será inexorável?

Será o modelo condomínio fechado o futuro da organização social, com a rua reservada aos criminosos primário-violentos e o espaço virtual aos criminosos requintados, eventualmente articulados?

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Link to ClockLink.com